Segunda-feira, 21 de Novembro de 2005

as ondas da vida...

costa.jpg


A vida é como o mar umas vezes agitado outras vezes calmo e sereno às vezes sentimos a falta de algo , outras vezes sentimos excesso .

Um dia sentimos que não temos nada para fazer no dia seguinte que não temos tempo para nada, às vezes não nos apetece fazer nada para comer, outras temos o prato cheio e não sentimos fome.
Umas vezes temos dinheiro para pequenos prazeres da vida, outras não chega nem ao fim do mês.
Uns dias sentimos que estamos cheios de energia e no dia seguinte estamos tão cansados que mal nos conseguimos levantar.
Um dia sentimo-nos o centro das atenções no dia seguinte sentimo –nos desprezados ou ignorados …
São as ondas da vida…
Umas vezes carregam-nos para cima outras para baixo…
Tudo na vida se altera: os amigos, os amores, as tristezas, as alegrias, as certezas e as incertezas ....
Tudo vai e vêm como as ondas do mar que batem na areia enrolam e voltam a desenrolar.
Por momentos pensamos que nos vamos sentir mais felizes se comprarmos um carro novo, uma casa ,sentimos uma emoção especial quando pensamos que vamos ter algum bem material novo , mas não passa de uma onda que nos trouxe ao de cima e quando menos esperarmos a onda desfaz-se e a emoção desaparece envolta num manto de vazio e tristeza.
Achamos sempre que o dinheiro trás felicidade e que as pessoas ricas não sentem infelicidade nem solidão, tristeza ou amargura mas aos poucos vamos-nos apercebendo que não é bem assim!

A vida está cheia de coisas que o dinheiro não pode comprar, coisas tão simples que nos fazem sorrir e sentir e vir ao de cima, como o carinho de alguém, um telefonema na hora certa, um e-mail um sorriso…um abraço apertado num momento de insegurança ou incerteza!
São as ondas da vida…
Umas vezes carregam-nos para cima e outras para baixo…
Às vezes sentimo-nos atirados às pedras pelas ondas e mergulhamos bem fundo , por baixo de tempestades , ventania forte em busca da paz e muitas vezes acabamos por quase nos afundar sem temos forças para vir ao de cima.
Alguns simplesmente fazem surf nas ondas divertem-se e raramente se sentem afogar!
Outros não aguentam a luta contra ventos e marés e acabam mesmo por se deixar arrastar pela força das ondas..
São as ondas da vida…que ninguém consegue parar. Na natureza da vida, nós apenas podemos tentar escolher a melhor forma de lhe fazemos frente.
Para atravessar as ondas com alguma segurança precisamos de um navio , um navio que não conseguiremos tripular sozinhos, precisamos de companheiros, amigos, parceiros com quem poderemos dividir as tarefas, só que essa tripulação terá que ser escolhida por nós ...se conseguirmos escolher a tripulação certa certamente todas as ondas serão vencidas com mais determinação e alegria.
Temos de estar consciente que por vezes a meio da viagem alguns tripulantes abandonam o barco, por momentos ou para sempre.! Às vezes a dor de os ver partir é tão forte que achamos já não ter forças para seguirmos viagem e então pensamos encostar num qualquer porto e nunca mais nos fazermos ao mar…só que a vida não pára de girar apenas porque o nosso coração está estilhaçado e então seguimos . Num momento de cansaço ou para repensar a nossa vida paramos num outro porto e ai encontramos novos tripulantes dispostos a fazerem-se ao mar connosco e dessa forma voltamos a erguer as velas e mesmo que não consigamos fazer frente à direcção dos ventos podemos ajustar as velas e seguir o nosso caminho com menos dor e mais alegria. Um sorriso volta a surgir no nosso rosto!
São as ondas da vida que nos fazem viver e sobreviver às tempestades e ventos menos favoráveis, sozinhos será mais difícil mas encontraremos sempre alguém disposto a nos dar carinho, amor, amizade..
De que estão à espera para convocarem a vossa tripulação e fazerem-se ao mar da vida, mesmo que seja uma tripulação pequena ela poderá sempre crescer ao longo do tempo mas contem sempre com algumas modificações ao longo dessa vossa viagem…

boa viagem e boas ondas!

pensadora!
publicado por pensadora2 às 21:49
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 26 de Novembro de 2005 às 12:05
As ondas da vida e suas Marés...estão dependentes da nossa disponibilidade...da nossa força interior para suportar o seu rebentamento...mas a bonança virá sempre..e nestas alturas temos de Aproveitar essa energia positiva da "onda arbitrária" para nos fortalecermos para a Proxima Tempestade.julio
</a>
(mailto:jjbbranco@sapo.pt)


De Anónimo a 25 de Novembro de 2005 às 09:22
As ondas são como as coisas boas e más k acontecem na nossa vida vão e vêm temos é k dar valor a tudo o k nos acontece por mt más k sejam pois um dia n acordamos e depois é tarde demias para recuperar o tempo perdido.
Jokas VampirescasBlack_Vampire / Deuza
(http://vamps.blogs.sapo.pt/)
(mailto:deuza@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2005 às 21:13
as ondas vão e vêm...e levam-nos. acho que devemos sempre deixar-nos ir ao sabor das ondas porque nunca se sabe que surpresas nos podem trazer. 1001 bujitos*Slayra
(http://pensamentosembranco.blogs.sapo.pt)
(mailto:anakatcc@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Novembro de 2005 às 08:58
Pensadora, São as ondas da vida... E assim quero marinhar tendo como tripulantes os que querem navegar/uns dias em cima outros em baixo/pois com amigos mais chegados não havemos de parar/cá estou eu para nessa onda embarcar/vamos em frente porque vento não há de faltar. São as ondas da vida... Beijinhos e levantemos amarras.soslayo
(http://mategoinmente.blogspot.com/)
(mailto:mategoinmente@gmail.com)


Comentar post