Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2005

se eu tivesse asas...

olhar2.jpg

Se eu tivesse asas
leva-te para um lugar onde
te pudesse amar...
E ninguém nos perturbar...

Iria sentir teu corpo suave
Iria me encantar com teu toque leve
Me enroscar no teu peito quente
Te beijar...te amar e te amar...

Iria te sentir novamente
Saciar meu desejo de te ter
Pousar os meus lábios nos teus
E te abraçar....te abraçar...abraçar...

Iria te mostrar meu amor
Te embalaria e te falaria do nosso amor..
Queria sentir teu cheiro novamente!
Ouvir tua voz novamente
Me chamar de amor...
Que saudades eu tenho de ti
Meu amor...

Só queria te beijar...beijar...
Esquecer o tempo e ficar de mãos
Entrelaçadas a olhar o infinito...

Quem me dera ter asas e te ir buscar
Para bem perto de mim
E nunca mais te ver partir...

Tenho saudades de ti...meu amor!

pensadora


publicado por pensadora2 às 20:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2005

recomeçar...

bebe a nadar sozinho.jpg


Não importa onde você parou...
em que momento da vida você cansou...
o que importa é que sempre é possível e
necessário "Recomeçar".
Recomeçar é dar uma nova chance a si
mesmo...
é renovar as esperanças na vida e o mais
importante...
acreditar em você de novo.
Sofreu muito nesse período?
foi aprendizado...
Chorou muito?
foi limpeza da alma...
Ficou com raiva das pessoas?
foi para perdoá-las um dia...
Sentiu-se só por diversas vezes?
é por que fechaste a porta até para os
anjos...
Acreditou que tudo estava perdido?
era o início da tua melhora...
Pois é...agora é hora de reiniciar...
de pensar na luz...
de encontrar prazer nas coisas simples de
novo.
Olha quanto desafio...
quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus
te esperando.
Tá se sentindo sozinho?
besteira...tem tanta gente que você afastou
com o seu "período de isolamento"...
tem tanta gente esperando apenas um sorriso
seu para "chegar" perto de você.
Quando nos trancamos na tristeza...
nem nós mesmos nos suportamos...
ficamos horríveis...
o mal humor vai comendo nosso fígado...
até a boca fica amarga.
Recomeçar...hoje é um bom dia para começar
novos desafios.
Onde você quer chegar? ir alto...sonhe
alto... queira o melhor melhor...
queira coisas boas para a vida...
pensando assim trazemos prá nós aquilo que
desejamos...
se pensarmos pequeno...
coisas pequenas teremos...
já se desejarmos fortemente o melhor e
principalmente lutarmos pelo melhor...
o melhor vai se instalar na nossa vida.
E é hoje o dia da faxina mental...
joga fora tudo que te prende ao passado...
ao mundinho de coisas tristes...
fotos...
peças de roupa,...
toda aquela tranqueira que guardamos quando
nos julgamos apaixonados...
jogue tudo fora...
mas principalmente...
esvazie seu coração...
fique pronto para a vida...
para um novo amor...
Lembre-se somos apaixonáveis...
somos sempre capazes de amar muitas e muitas
vezes...
afinal de contas...
Nós somos o "Amor"...
" Porque sou do tamanho daquilo que penso, e
não do tamanho da minha altura."
( Autor: Carlos Drummond Andrade )

publicado por pensadora2 às 20:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005

as escolhas da nossa vida...

ponte3.jpg

“ Nada acontece por acaso não existe a sorte. Há um significado por detrás de cada pequeno acto , talvez não possa ser visto com clareza imediatamente, mas sê-lo-á antes que passe muito tempo”
( Richard Bach)


Se pararmos para pensar um pouco e olharmos em nosso redor, reparamos que aquilo que somos é o resultado das nossas escolhas/ decisões do passado! Gostamos de tudo? Certamente que não! Mas somos fruto dessas escolhas. A profissão que temos, o casamento que efectuamos ou não, os filhos que tivemos, a casa que comprámos …tudo coisas a que demos uma grande prioridade e que tentámos não errar!
Quando pensávamos que já tínhamos tomado todas as decisões importantes das nossas vidas, constatamos que muito do que somos não nos agrada e decidimos mudar muita coisa, mesmo que para isso tenhamos de efectuar roturas e voltar quase ao inicio!
As decisões do passado têm um grande peso e o futuro não se pode adivinhar, só inventar, porque tantas vezes ficamos estagnados num presente que não nos agrada com medo de errar de novo! Então é como se comprássemos uma casa muito bonita, mas não acertássemos com a chave para entrar lá dentro…Será esta? Aquela? Que faço?
Se não percebermos que nada acontece por fruto do acaso, provavelmente ficaremos paralisados num espaço que já não é nosso! Deixamos o tempo correr como se ele por si só resolvesse tudo! O nosso medo de voltar a errar é muito forte, porque todas as decisões vão, uma vez mais, moldar a nossa vida.
Quando finalmente apanhamos coragem para entrar na casa mas tendo ficado à espera que o tempo resolvesse tudo, certamente ela estará envelhecida, porque nos esquecemos de a limpar de mágoas, de ódios, de medos, não abrimos a porta para entrar um ar fresco e renovado .Não deixámos entrar alegria, coragem, afectos, porque no momento certo não tivemos a coragem de abrir a porta e ver o que estava lá dentro.
Ficámos parados com a chave na mão tempo demais e a casa sem ser tratada não conseguiu esperar por nós! Só nos resta olhar a casa por fora já quase em ruínas e observar uma paisagem sem vida nem cor e lamentarmos a tal escolha, a tal decisão que não tomámos por falta de coragem, pois até tínhamos a certeza de que aquela era a casa tão desejada.
Vamos vivendo o dia a dia, com o peso do passado a construir o futuro e sem forças no presente para tomarmos as decisões que pensamos serem as mais correctas. Porque a mudança, a instabilidade, o desconhecido é o que mais assusta o Ser Humano. Mas se não tomarmos a decisão de escolhermos a chave que nos abrirá a porta para a Felicidade, viveremos para sempre na incerteza. Por que não arrisquei? Por que não tentei?
Um dia e porque o tempo não espera por nós, não poderemos voltar atrás porque na altura certa não percebemos que havia um significado escondido naquela chave. Se ela nos foi parar às mãos era para entramos na casa! Levámos demasiado tempo a perceber esse significado e provavelmente ficaremos para sempre a carregar como um fardo pesado as escolhas do passado. A chave enferrujada guardada num baú qualquer das nossas memórias .
E um dia já não valerá a pena…será mesmo tarde demais!
Temos que atravessar a ponte para o outro lado...e ver o que nos espera na outra margem, em vez de ficarmos presos a uma paisagem envelhecida e que nada de novo nos oferece! Há riscos que temos de correr com esperança no dia de amanhã...Construir um novo caminho, mesmo que para trás fiquem coisas das quais gostamos! Há sempre um novo amanhecer...e um novo acordar!

Pensadora
publicado por pensadora2 às 22:02
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2005

uma lágrima pode cair ...

lagrima1.JPG

É tanto sentimento alojado
no meu íntimo
que ao abrir as comportas da opressão
pode cair uma lágrima...

Choro por estar feliz.
Choro de tristeza.
Choro por sorrir.
Choro - com lágrimas que
lavam a alma.

Na vitória. Na derrota.
Na emoção. Na satisfação. No prazer.
São lágrimas de conquista.
De reconhecimento. De consolo.
Da satisfação de um sonho realizado.
Lágrimas de recompensa
de longas noites de vigília e espera.

Choro por orgulho de saber chorar.
Lágrimas que lavam
uma dor incomensurável
que saem de uma alma ferida.
Choro de saudade
na sinceridade e no afecto.

Não quero chorar o desespero
da imprudência ou da incapacidade.
Não quero chorar a intolerância.
Não quero chorar o desamor.
Não quero chorar a falta de
caridade e nem de remorsos.

Estas são lágrimas que não aliviam.
Quando chorar, quero a alegria da paz.
Devagar vou conhecendo
A força e a beleza no silêncio do chorar!
___________________________
publicado por pensadora2 às 21:12
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2005

preciso de alguém

Rapaz_rapariga.jpg



Que me olhe nos olhos quando falo.
Que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência, mesmo que
não as compreenda mas respeite os meus sentimentos.
Preciso de alguém, que me chame atenção sem precisar de pedir ;
Alguém que me diga as verdades que não quero ouvir,

Neste mundo misterioso que acredite em algo meio desacreditado como amizade , amor e lealdade.
Preciso de alguém que não vá embora se algum dia eu perder meu sorriso
e não for uma pessoa alegre e me torne numa pessoa mais triste.
Preciso de alguém que receba o meu carinho e afecto com ternura
.
Preciso de alguém que também seja meu companheiro,
nas farras e nas guerras
e que no meio da tempestade, grite em coro comigo:
"Nós ainda vamos rir muito disso tudo" e me faça rir mesmo que uma lágrima teime em cair.
Não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo,
mas posso escolher o meu Amigo, companheiro, alguém que fique para sempre a meu lado. Alguém que me ame e eu ame de uma forma incondicional!
E nessa busca empenho a minha própria alma,
e tento acreditar que já encontrei…mesmo que pareça difícil!

Pensadora

publicado por pensadora2 às 21:40
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2005

se não houver amanhã...

ramo3_color.jpg


Eu costumava deixar muitas coisas para amanhã.
Resolvi lhe dizer, hoje, o quanto você é importante, porque quando acordei, uma pergunta ressoava no mais profundo da minha alma e senão houver amanhã?

Então, hoje eu quero me deter um pouco mais, ouvir melhor suas ideias, observar seus gestos mais simples, guardar o tom de sua voz.
Porque... se não houver amanhã...
Eu quero saber qual é a música que você mais gosta, a sua cor predilecta, as suas flores preferidas.

Porque, se não houver amanhã...
Eu quero ter gravado em minha mente o seu sorriso, seu jeito de ser, suas manias...hábitos e gostos.

Hoje eu vou me sentar com você, ouvir a melodia dos pássaros e sentir a brisa, em silêncio...
E sem pressa.

Hoje eu vou lhe pedir por favor, agradecer, me desculpar, pedir perdão, se for necessário.
Sabe, eu sempre deixei todas essas coisas para amanhã, mas o amanhã...o amanhã é apenas uma promessa...
O hoje é presente.

Assim, se não houver amanhã eu quero lhe oferecer hoje este bonito ramo de rosas. Quero conhecer seus receios, aconchegá-la em meus braços e lhe transmitir confiança...
Hoje, quando você se for afastar de mim, vou segurar suas mãos e pedir para que fique um pouco mais ao meu lado.
Sabe, eu sempre costumo deixar as palavras gentis para dizer amanhã, carinhos para fazer amanhã, muita atenção para prestar amanhã, mas o amanhã talvez não nos encontre juntos.
Eu sei que muitas pessoas sofrem quando um ser amado embarca no comboio da vida e parte sem que tenham tido a hipótese de dizer o que sentem e sei também que isso é motivo de muito remorsos e sofrimento.

Por isso eu não quero deixar nada para amanhã, pois se o amanhã chegar e não nos encontrar juntos, você saberá tudo o que sinto por você e quero saber o que sente por mim. Nada ficará pendente...
Quero registrar na minha alma cada gesto seu.
Quero gravar o seu sorriso, pois se a vida nos levar por caminhos diferentes eu terei você comigo, mesmo estando temporariamente separados.

Sabe, eu não sei se o amanhã chegará para nós, mas sei que hoje, hoje eu posso lhe dizer o quanto você é importante para mim.
Seja você meu filho, minha filha, meu esposo ou esposa, um amigo talvez, você vai saber hoje, o quanto é importante para mim...
Porque, se não houver amanhã...


Amanhã o sol será o mesmo mensageiro da luz, mas as circunstâncias, pessoas e coisas, poderão estar diferentes.

Hoje significa o seu momento de agir, semear, investir suas possibilidades afectivas em favor daqueles que convivem com você.
Hoje é o melhor período de tempo para caminhar em sua direcção porque pode não haver amanhã

pensadora!
publicado por pensadora2 às 20:42
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. na falta de inspiração...

. acordes da vida...

. adversidades da vida...

. neste momento só me resta...

. tentarei pensar...

. disfarce autorizado...

. um mimo do meu marinheiro...

. a ausência...

. o silêncio...

. resistir ao inverno...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds