Sábado, 19 de Março de 2005

uma simples gota...

agua-flores.jpg



Havia uma gota em uma nascente do rio. Era uma simples gota, nada mais do que isso. Mas, na sua insignificância, tinha um sonho. Sonhava vencer a corrente e virar mar.
Mas não era tarefa fácil, uma gota, uma simples gota, virar mar? Era difícil ela sabia disso, porém não impossível. E agarrando-se a esse fio de esperança, seguiu o seu curso natural de rio, sempre pensando no dia em que certamente encontraria o oceano.
Desafios foram surgindo. Pedras, evaporação, galhos... Mas ela nunca desistia, foi vencendo cada obstáculo, outras gotas que se cruzaram no seu caminho , fizeram a viagem com ela durante algum tempo mas não chegaram ao fim, ficaram pelo caminho.
Esta, porém, talvez pela sua persistência, pela fé que tinha, de uma forma ou de outra sabia que um dia chegaria lá. E de facto chegou. Venceu todos os obstáculos, chegou ao encontro das águas e finalmente realizou seu grande sonho. Hoje aquela gota é mar! Graças à sua persistência, conseguiu o que era considerada uma utopia, uma pretensão!
Não importa, hoje aquela gota é mar. Às vezes temos de imaginar a nossa vida como uma gotinha e podemos ser como aquelas gotas que ficaram pelo caminho ou como a gota dessa história. Só depende de nós!
Às vezes tenho a garra da gotinha que venceu e virou mar , outras apetece voltar para trás e desistir de tudo ficar quietinha no meu canto e não lutar ou vencer ...apenas existir! Às vezes as duas vontades entram numa luta constante! Não sei qual vencerá.... Mas gostava de ser mar e viver livremente cada dia... e bater na areia nas rochas...e ser contemplada e admirada por todos....
pensadora
publicado por pensadora2 às 17:01
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 25 de Janeiro de 2006 às 10:31
Seja a gotinha com garra...seja!
O texto anterior ainda doi lê-lo.
Um abraço minha queridaHataMae
</a>
(mailto:maoliveira50@hotmail.com)


Comentar post