Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2005

tarde demais....

escrita.jpg


É tarde demais ?

Para dizer que lamento
Que são as pequenas coisas que contam
Que é a união que busco
Que ao abrir os olhos é a tua imagem que procuro!

É tarde demais?
Quando digo que quero ser livre como um pássaro
Não imagino uma vida de aventuras.
Penso apenas em viver
Com as flores que dão colorido à vida,
Com o perfume que suavizam os sentidos
Com o prazer de olhar o céu azul,
Do sol se deitando sobre o mar,
Das noites límpidas banhadas de luar.

Será muito tarde?
Sei que pode ser loucura!
Mas os bens materiais envelhecem-se
Eu quero procurar raízes,
Para acordar
Com o orvalho da manhã.

Será assim, tão tarde?
Para encontar algo
Para estar com o vento sem monotonia
Ser uma gaivota que gosta de esvoaçar
entre as ondas do mar.
Mas sempre à tua procura!

Quero vaguear pela noite
Viver ao sol como uma cigana.
As noites passadas ao relento
Tendo por colchão a relva
E por cobertor as estrelas.

Nem que seja em pensamento...

Não quero deixar o meu corpo esmorecer
Na mágoa da esperança que me manteve!

Se não tivermos mais tempo e
Ainda assim a saudade bater à tua porta,
Vê-me através da lua pálida
Sente-me no perfume do vento,
Ouve-me nas cantigas que saem dos acordes
de uma viola qualquer
Ouve-me no sussurro do mar.

Lembra-te que nunca é tarde demais
por isso deixo aqui escrito na esperança
que nunca seja tarde demais para recomeçar
e viver no presente em busca do futuro!

pensadora
publicado por pensadora2 às 22:13
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De Anónimo a 22 de Dezembro de 2005 às 21:51
Um excelente Natal,

Mas principalmente que a saúde e o amor estejam sempre presentes ...

Bjs,

Bite For Delight
(http://bitefordelight.blogs.sapo.pt/)
(mailto:bitefordelight@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Dezembro de 2005 às 21:28
Ola minha amiga. Não gosto de te ver assim. Sei que esta é uma frase feita, mas nunca é tarde de mais. Nunca é tarde de mais para o que quer que seja. Tudo na vida tem remédio, por isso não digas tarde demais. O que vejo em ti, é uma mulher doce, forte e batalhadora, por isso mesmo vou te "perdoar" o desabafo. Quero desejar-te um Feliz Natal, cheio de paz, e de amor. Um beijo grande deste teu amigo virtual.zzeca
(http://omeusom.blogs.sapo.pt)
(mailto:zzeca855@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Dezembro de 2005 às 18:47
Tarde Demais...Penso que será sempre tarde se desperdiçarmos a oportunidade perdida. Mas nunca é tarde para a ressuscitação do pensamento.Amiga..um Feliz Natal junto dos teus Marinheiros e daqueles que mais gostas.um Beijo juliojulio
</a>
(mailto:jjbbranco@sapo.pt)


De Anónimo a 22 de Dezembro de 2005 às 16:30
Mas a maior felicidade é a da gente pequena.



Naquela véspera santa



a sua comoção é tanta, tanta, tanta,



que nem dorme serena.



Cada menino



abre um olhinho



na noite incerta



para ver se a aurora



já está dsperta.



De manhãzinha



salta da cama,



corre á cozinha



mesmo em pijama.



Ah!!!!!!!!!!!!!!



Na branda macieza



da matutina luz



aguarda-o a surpresa



do Menino Jesus.



SANTO NATAL



FELIZ ANO NOVO
Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)


De Anónimo a 22 de Dezembro de 2005 às 09:09
Mulher madura
Com muita candura..
Cheia de encantos.
Sou agora caçadora
Isso é importante
Nesse instante
Atrair minha presa
E prende-lo ao meu desejo.
Sou loba,sou mulher!
Sei conquistar,o que quero!
Não tenho mais nada a perder,
Eu e ele temos a ganhar.
Estamos vivos e vivemos mais.
Em minha gula,em minha procura.
Alcanço meus sonhos
Com sutileza e emoção.
Libero meus desejos,
Meu libido, de forma natural...
Tenho cheiro de fêmea no cio.
De loba faminta, no uivar,no amar.
Desperto desejos...desperto tesão.
Minha idade da loba,
Onde aprendi a viver,
Como dona de mim.
Em gozo sem fim
Faço um homem gemer,
GEMER DE PRAZER!!!

Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2005 às 21:33
Quando chegaste enfim, para te ver
Abriu-se a noite em mágico luar;
E para o som de teus passos conhecer
Pôs-se o silêncio, em volta, a escutar...

Chegaste, enfim! Milagre de endoidar!
Viu-se nessa hora o que não pode ser:
Em plena noite, a noite iluminar
E as pedras do caminho florescer!

Beijando a areia de oiro dos desertos
Procurara-te em vão! Braços abertos,
Pés nus, olhos a rir, a boca em flor!

E há cem anos que eu era nova e linda!...
E a minha boca morta grita ainda:
Porque chegaste tarde, ó meu Amor?!...

http://gemendoporti.blogs.sapo.ptapaixonada
(http://gemendoporti.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro21@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2005 às 21:22
Feliz Natal!!PEROLA
(http://perolasegranitos.blogspot.com)
(mailto:perolas@netcabo.pt)


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2005 às 17:14
Olá...vi o endereço do teu blog na página do Sapo e fiquei muito feliz por ler este teu artigo. Sim, digo-te e acredita, nunca é tarde para viver e alcançar a felicidade ainda que seja no último segundo de vida, um último sopro de alegria. Senti cada palavra como sendo um apelo a alguém que, talvez, pela sua ausência se manifeste no silêncio aumentando a dor no peito a cada instante que passa, impedindo o sossego do coração. Também eu acredito que nunca é tarde e, se me permites, faço das tuas palavras as minhas... Sossega então a alma porque nunca é tarde para ser feliz. Convido-te, a ler as Cartas Abertas no meu Blog. Penso que entenderás o que te escrevo aqui. Obrigado pela linda leitura que proporcionás-te. Um beijo.Sopro de Anjo
(http://soprodeanjo.blogs.sapo.pt)
(mailto:soprodeanjo@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2005 às 17:09
olá passei no teu blog e gostei imenso do que li!!parabens=)
* * * carina
(http://laranjinha.blogs.sapo.pt)
(mailto:laranjinhamarela@yahoo.com)


De Anónimo a 21 de Dezembro de 2005 às 16:59
Não Pensadora nunca é tarde! Para ti, BOM NATAL e BEIJOMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


Comentar post