Segunda-feira, 6 de Março de 2006

adversidades da vida...

mar encoberto.jpg




As adversidades da vida são como
as brisas nas noites frias de Inverno
elas vêm e vão e precisamos de nos
libertar delas!
Cada minuto que estão presentes
parecem-nos horas.

Tantas são as vezes que temos
tudo programado e pensamos que
o dia vai correr dentro da normalidade
mas de repente é um filho que adoece
o carro que avaria
uma conta extra para pagar
e isso basta para alterar o nosso dia
programado e agendado!

Sentimos cansaço porque cada
dia que passa e algo incerto acontece
e nós tentamos vencer as adeversidades da
vida!

Remamos contra ventos e marés,
tentamos vencer as águas agitadas
vamos buscar as forças ao mais intimo de nós
Só que nem sempre conseguimos remar
na mesma direcção da águas...
elas são fortes e atiram-nos para o chão...
O cansaço toma conta de nós!

As nossas barreiras emocionais
a insegurança,
o medo, a falta de confiança
parecem paralisar as nossas pernas
Pedimos força para fazer frente
às adeversidades da vida...
Nem sempre a conseguimos
porque são anos e anos de luta
em que por vezes a escuridão
da noite se sobrepõe à luz do dia...
E temos receio de não ter meios
para fazer brilhar a luz em vez da escuridão!

Eu admito o meu cansaço,
Mas não a desistência
Isso não consigo...
Não posso desistir, apesar de sentir
o meu corpo a fraquejar e a minha alma
cansada de tanta luta...
Mas a vida é como um novelo embranhado
e tento sempre encontrar a ponta
para desenrolar esse novelo
e vencer as adversidades da vida...

Mais uma noite escura e de sono
Incerto se aproxima , eu cá estarei
para a vencer, apesar do cansaço
às vezes gostava de adormecer e deixar-me
embalar no sono sem horas ou pressas para
acordar...
Ou quem sabe dormir o sono eterno...
Mas sei que não posso pedir esse sono
pois ainda tenho muitas adeversidades
para vencer e muitas lutas
para travar...
Cá estarei para as receber
e deixar-me envolver em pequenos
prazeres da vida...
Aproveitar o descanso dos guerreiros
e embrulhar-me num manto de sonhos
e vencer as adversidades da vida
porque amanhã bem cedo o som irritante do
despertador me avisa que está na hora
para mais um dia que por muito programado
que esteja nunca sabemos ao certo como se vai desenrolar...
Dai a vida ser uma surpresa constante...
Cheia de aventuras e adversidades...

pensadora

publicado por pensadora2 às 20:56
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De Anónimo a 9 de Março de 2006 às 13:01
Minha querida cada vez mais sinto a tua palavras.
Tiv muitos momentos na vida cujos pensamentos eram bm identicos aos teus.
Sei que és uma grande mulher e como tal vais saber muito bem lutar sm parar...
Jinhs ternos Perfect Woman
(http://perfectwoman.blogs.sapo.pt)
(mailto:perfect_woman63@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Março de 2006 às 03:00
E as adversidades não são, todas elas, aventuras ?

A Vida é a maior aventura de todas... e quanto ao caminho que traçamos com as solas dos nossos pés, vale sobretudo pelas paisagens percorridas, muito mais do que por qualquer destino a alcançar.

... Aprecia a viagem.

NamastéAriadne
(http://www.aguadomeupensamento.blogspot.com/)
(mailto:viramundo@clix.pt)


De Anónimo a 8 de Março de 2006 às 20:57
lembra-te que são as adversidades que nos fazem dar valor aos momentos bons. É dificil, mas... Como poderiamos apreciar um dia de sol se só conhecessemos a noite?feaglar
(http://vozdecelenia.blogs.sapo.pt)
(mailto:noctis@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Março de 2006 às 15:05
Se calhar, se assim não fosse, seria monótono...
Mas, ás vezes cansa, tanta coisa imprevisivel!
Beijo para tirosa maria
(http://aflordapele455.blogspot.com)
(mailto:rosamaria455@hotmail.com)


De Anónimo a 8 de Março de 2006 às 14:10
Querida Pensadora, a vida é mesmo assim. O importante é que nunca desistas. Sei que és forte. Sei que consegues vencer. Um beijo enorme, neste dia que contempla as mulheres *Cakau
(http://umparaisonoinferno.blogspot.com)
(mailto:lauracatarina@hotmail.com)


De Anónimo a 8 de Março de 2006 às 13:21
E dizias tu que eu escrevo bonito...que dizer então da tua escrita. Intensa, cativante onde me revejo nas tuas palavras... por vezes fico exausta e cansada de lutar (se é que eu luto tem alturas que nem isso eu sei)...cansa-me a chuva cansa-me a noite...preciso do calor e da brisa das noites de verão. Deixo um beijo e votos de que pazes o dia da mulher com muita paz e harmonia no teu coração...és uma MULHER linda ***oteudoceolhar
(http://oteudoceolhar.blogs.sapo.pt)
(mailto:joanstar@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Março de 2006 às 02:38
Obrigado por nos teres visitado! Quando actualizarmos os links pomos lá o teu, ok?fEAglar
(http://vozdecelenia.blogs.sapo.pt)
(mailto:nelsonribeiro@sapo.pt)


De Anónimo a 8 de Março de 2006 às 00:39
Se tudo fosse fácil não tinha o valor que tu própria estás a dar. Lembra que todas essas incertezas e preocupações fazem parte duma realidade a que não podes fugir. Só se conseguires entrar em ti, pegar a força e a energia que tu és, e fazeres uso delas. Serena e tranquiliza-te. Sabemos que isso faz bem. Sabemos que, depois da tempestade vem a bonança, e a seguir à noite despontará mais um dia! E sabemos também que é possível vencer a adversidade!...
Dia da mulher! Vou dar-lhe um post. Para ti, um beijo e uma flor!
Amaral
(http://amaralnascimento.blogspot.com)
(mailto:amaralnascimento@hotmail.com)


De Anónimo a 7 de Março de 2006 às 21:25
Gostei do teu blog! Venho convidar-te a visitar: vozdecelenia.blogs.sapo.pt /avatar74.blogspot.com --Aparece, serás bem vinda!fEAglar
(http://vozdecelenia.blogs.sapo.pt)
(mailto:noctis2006@sapo.pt)


De Anónimo a 7 de Março de 2006 às 15:06
Muitas adversidades, mas tambem muitas coisinhas boas! Temos de aprender a lidar com elas, à medida que estas nos vão surgindo. Bjocas.Ritisabel
(http://pegadasnaareia.blogs.sapo.pt)
(mailto:ritalexandre@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. na falta de inspiração...

. acordes da vida...

. adversidades da vida...

. neste momento só me resta...

. tentarei pensar...

. disfarce autorizado...

. um mimo do meu marinheiro...

. a ausência...

. o silêncio...

. resistir ao inverno...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds