Segunda-feira, 9 de Janeiro de 2006

um tempo para mim...

sonhos.jpg


Admito que sinto algum cansaço, até desânimo, vontade de me deitar e dormir horas perdidas no tempo. Sem pressa em acordar…

Sinto frio, um frio estranho que se entranha no meu corpo, no meu coração , na ,minha alma!
Há dias em que o frio bate mais forte, a brisa magoa ,mais o rosto e nestes momentos tento, mesmo sem tempo, tirar um momento só para mim!
Ando a tentar essa entrega de várias formas o ioga é uma delas em que durante quase duas horas por semana tento encontrar paz, tranquilidade em cada movimento lento e repetido com suavidade e sem pressas. Tento cada dia aperfeiçoar a minha forma de estar na vida para não me deixar abater por dores ou contrariedades, o que nem sempre é fácil porque cada pessoa acha que deve gerir a nossa vida, conduzi-la, orientá-la. Às vezes olho para algumas pessoas que me rodeiam e assumem papéis para os quais há muito tempo lhe foi retirado esse estatuto o de comandantes ou oficiais, mas parecem esquecerem-se .

Há elos de ligação vitalícios mas é necessário aprender a viver com o enfraquecimento desses graus de parentescos…
Quando me sinto em profunda angústia e confusão, procuro dar um tempo a mim própria , silenciar a mágoa, a revolta , respiro profundamente num respirar suave e deixo que a luz se ilumine em minha direcção . Ela saberá trazer-me a paz, o equilíbrio , a confiança, mostrando que dentro de mim há um mundo que desconheço.

Dentro de mim corre um rio que tenta saltar da margem à procura da liberdade, do silêncio puro, que tenta dar cor à paisagem . Um rio que vai percorrendo cada bocadinho de mim, tentando sempre dar um colorido à vida…mesmo quando não vislumbro estrelas se olhar bem para o céu elas viram em meu auxilio, apenas tenho de me permitir à tal paz perdida entre rochas e encostas…
Vou dar um momento para mim…todos deveríamos dar pelo menos meia hora por dia a nós próprios, ao nosso silêncio, à nossa quietude deixarmos as águas limparem o nosso caminho, para depois nos voltarmos a erguer e caminhar ao encontro da luz que nem sempre vislumbramos…

pensadora

publicado por pensadora2 às 18:19
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2006

se tivesse asas...

filhos de deus.jpg

Hoje aptecia-me ter asas, ser filho de Deus e voar para bem longe, não ter que enfrentar os momentos de tristeza e ter que disfarçar alguma desilusão.

Hoje senti que perdi algo...
A rosa que que se encontrava na janela,
e me enfeitava a varanda
secou ...caiu...murchou...
a noite ela enfeitava!

Conversava comigo e fazia-me companhia
nas noites de luar ou nas noites frias...
era a minha amiga, companheira....
da solidão e das alegrias...

Que fazer agora?
Até a desilusão passar , não dá para continuar...
Na presença da luz o verde tenta desabrochar...
Mas, só quem vive o murchar de um sentimento
seja ele amor, simpatia ou amizade...
Sabe que é um castanho amarelado
envergonhado que se confunde com o azul do céu...


No barulho intenso do silêncio -
percorro o caminho da colina,
Em cada lágrima derramada,
Descubro que a desilusão foi forte
que deixará as suas marcas...
mas tudo terá cura!

No meio da noite sinto-me meia tonta
já não tenho a companhia da rosa e ando
vaguenado de sonho em sonho pela
luz prateada do luar, ando pelo mundo...

Neste momento sinto desilusão
Até uma lágrima a derramar
Carrego no coração uma tristeza invisivel..
O sentimento já não é o mesmo
Quero mudar a cor da minha dor
Apanhar boleia numa goivota
largar a dor ao mar
E partir de coração aberto, mas sofrido...

Já não acredito, algo mudou em mim hoje!
Sei que há uma ferida aberta que só o tempo
a serenidade da noite
a paz interior, podem curar o sentimento
e tudo voltar ao antes!

Ou talvez nunca nada seja como antes...


Por agora vou continuar entregue aos meus pensamentos, sonhos, desilusões...vagueando pela noite até o cansaço me vencer!

pensadora
publicado por pensadora2 às 20:40
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Terça-feira, 3 de Janeiro de 2006

because you love me...

calma.jpg

( na falta de inspiraçao coquei aqui esta canção da Celine dion)
bonita!

For all the times you stood by me
Por todas as vezes que você me apoiou
For all the truth that you made me see
Por toda a verdade que você me fez ver
For all the joy you brought to my life
Por toda a alegria que você trouxe para a minha vida
For all the wrong that you made right
Por tudo de errado que você tornou certo
For every dream you made come true
Por todo o sonho que você tornou real
For all the love I found in you
Por todo o amor que eu encontrei em você
I´ll be forever thankful baby
Eu serei sempre grata, baby
You´re the one who held me up
Você é aquele que me sustentou
Never let me fall
E nunca me deixou cair
You´re the one who saw me through, througt it all
Você é aquele que me viu passar por todas as coisas



You were my strength when I was weak
Você foi a minha força quando eu estava fraca
You were my voice when I couldn´t speak
Você foi minha voz quando eu não podia falar
You were my eyes when I couldn´t see
Você foi meus olhos quando eu não podia ver
You saw the best there was in me
Você viu o melhor que existia em mim
Lifted me up when I couldn´t reach
Ergue-me quando eu não podia alcançar
You gave me faith, cause you believed
Você pôs fé em mim porque você acreditou
I´m everything I am
Eu sou tudo o que sou
Because you loved me
Porque você me amou



You gave me wings and made me fly
Você me deu asas e me fez voar
You touched my hand I could touch the sky
Você tocou minha mão para que eu pudesse tocar o céu
I lost my faith, you gave it back to me
Eu perdi a fé, você a devolveu para mim
You said no star was out of reach
Você disse que nenhum estrela estava fora de alcance
You stood by me and I stood all
Você me apoiou e eu permaneci forte
I had your love,I had it all
Eu tive seu amor, eu tive tudo
I´m grateful for each day you gave me
Sou grata por cada dia que você me deu
Maybe I don´t know that much
Talvez eu não saiba muito
But I know this much is true
Mas eu sei que isto é verdade
I was blessed because I was loved by you
Eu fui abençoada porque fui amada por você



You were always there for me
Você sempre esteve lá por mim
The tender wind that carried me
O vento quente que me carregou
A light in the dark shining your love into my life
Uma luz no escuro reluzindo seu amor na minha vida
You´ve been my inspiration
Você tem sido minha inspiração
Through the lies you were the truth
Em meio as mentiras você foi a verdade
My world is a better place because of you
Meu mundo é um lugar melhor por sua causa


I´m everthing I am
Eu sou tudo o que eu sou
Because you loved me
Porque você me amou

pensadora
publicado por pensadora2 às 22:00
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Segunda-feira, 2 de Janeiro de 2006

abri as cortinas....

passagem de ano 022.jpg



Não vou fazer balanços ou desejos isso já todos nós fizemos na noite da viragem do ano. Cumprimos tradições, rituais, com mais ou menos euforia. Todos tentámos enterrar as tristezas e trazer para este novo ano as esperanças, as alegrias as ilusões, os sonhos…
Uns tentam projectar desejos antigos, esperança de encontrar a felicidade ao longo destes 365 dias. Afinal são muitos dias, muitas horas, muitos , segundos…. Só que ás vezes não chegam. Daqui a um ano , muitos de nós estão a fazer os mesmos votos, os mesmos pedidos…Ao longo deste tempo, muita gente se vai cruzar e descruzar na nossa vida, alguns partirão para lugar incerto e sem bilhete de regresso…Enfim a vida não pára de girar, o tempo não pára. O relógio do tempo avança mesmo que nós não estejamos preparados para o acompanhar.
O Futuro é uma incerteza, aliás cada instante o é!
Nunca sabemos o que vai acontecer no momento seguinte, embora o tenhamos planeado e agendado…
Eu abri as cortinas para deixar entrar as estrelas, o som dos foguetes, a luz a esperança e o sorriso!
Vivi o momento com os meus marinheiro e em cada passa comida por mais desejos que pedisse eles estavam presentes em cada um! Todos os meus sonhos , desejos é em ter força para aguentar muitos anos, horas, para os ver crescer…
O meu marinheiro mais velho diz que pediu para ter uma mãe menos chata…lá terá as suas razões! Só que esse desejo concretizar-se é que parece difícil primeiro porque não pode trocar de mãe tem que aturar esta que lhe saiu na rifa…e depois de chata não tenho muito , até sou para o magro !!!!

Como os signos nunca se enganam ( risos) e eu já li em algumas revistas e coisas que aparecerem por aqui na net que vou ter um ano bom e até o dinheiro não vai faltar….( isso aí é que só se me sair o Euro Milhões) porque de resto, não sei mais a que porta bater ou árvore abanar…estão todas secas, com o frio que se faz sentir! A saúde ameaça mas nada que não passe, deve ser a minha fibromialgia que ás vezes diz :
- Presente! Mesmo sem ninguém a chamar, mas ela não aprendeu as regras da boa educação e as suas crises parecem sem se fazerem anunciar ou sem ninguém as chamar!
Mas como parece que é crónica lá tenho que aturar e viver com ela…umas vezes ela está mais perto, outras mais longe mas nunca se vai embora! A Marota!

Quanto ao amor…parece que vão ser tantos os candidatos que nem vou ter mãos a medir ( risos) !!! Enfim é sempre acelerar em 2006 tenho de ter é cuidado com as curvas…porque com tanto trânsito ainda me esbarro na escolha! !!

Lá partiu , este velho amigo que esteve presente estes dias todos, envelheceu e só espero que leve com ele com a tristeza e o sofrimento. Um novo menino está a nascer, espero que transporte no seu leito, sonhos renovados, alegria a quem sofre e que consiga para muitos ser mesmo um ano novo com uma vida nova!
Amigos vamos viver um dia de cada vez sem pressas e raparei que está quase a fazer um ano que abri esta página e lhe chamei palavras de amor e dor porque são esses dois sentimentos que fazem parte da vida…. O primeiro texto que coloquei há pouco mais de um ano atrás chamava-se recomeçar, agora só espero continuar a construir um caminho e continuar neste meu cantinho a desabafar as minhas dores, tristezas e alegrias…
Que este menino que só tem dois dias de vida vos traga tudo o que sempre desejarem e já agora continuem-me aturar aqui neste meu cantinho…apesar de ser chata segundo a opinião creditada do meu marinheiro!! ( risos)
Vamos caminhar…e abrir as cortinas…para deixar entrar o Sol em cada dia que passa mesmo que chova e faça frio….Mas não nos deixemos vencer por o mau tempo , vendavais ou tempestades…

Pensadora

publicado por pensadora2 às 19:32
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. na falta de inspiração...

. acordes da vida...

. adversidades da vida...

. neste momento só me resta...

. tentarei pensar...

. disfarce autorizado...

. um mimo do meu marinheiro...

. a ausência...

. o silêncio...

. resistir ao inverno...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds