Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2006

solidão vagabunda...

menina da lua.jpg



Ontem a conversar com uma amiga veio –me à memória este termo, porque eu sempre me considerei uma solitária vagabunda, não porque corra de bar em bar, tente encontrar afectos furtivos num copo de bebida e sonho…. Ou porque ande a vaguear nas ruas sem destino!
A minha solidão é uma entrega total a mim, sem horas para acordar e deixar-me embalar pela noite, ler até os olhos me doerem, escrever até esgotar a minha alma de ideias que possam ser lidas ou contadas….ouvir músicas que me tragam à memória factos e sonhos passados, desilusões ou ilusões vividas em determinado altura.
Abrir a janela e deixar a musica voar ao ritmo das estrelas e soltar entre os meus dedos um fumo cinzento só pelo prazer de o ver desaparecer no horizonte, ser arrastado pelo vento e enamorado por alguma estrela que o encantou.
Sinto falta destas noites solitárias entregue a mim própria aos meus devaneios, sem ninguém interromper os meus pensamentos, os meus sonhos, as minhas ilusões.
Deitar quando a manhã começa a despertar e acorda as estrelas , às vezes também ensonada e há dias em que prolonga a noite para não ter que se levantar, dias em que o sol demora aparecer porque a manhã sente-se cansada de acordar todos os dias quase à mesma hora… ao som dos galos, do barulho dos carros, empurrada pelo Tempo esse senhor que comanda as nossas vidas!
É o Tempo que determina as horas para dormir, jantar, trabalhar para ir ao médico, ao cinema…e às vezes temos tanta pressa , sem tempo para esperar . Só que o senhor Tempo não dá tréguas ele é rei e senhor…e somos tantas vezes repreendidos por sua causa. Basta uns minutos de atraso para ele na sua calma se irritar …. O tempo é um velho senhor que já viu tantas coisas, que já assistiu a rostos alegres, a rostos amargurados só porque chegaram tarde demais, mas ele não se comove e prossegue a sua viagem…. Aprendeu a não se comover e deixar correr o dia, a noite o amanhecer…
Queria ter tempo para ser uma solitária vagabunda, não ter horas para dormir ou comer, não ter que ouvir aquele som irritante logo que a manhã está a despertar avisar-me que está na hora de saltar da cama, sempre com a sensação que dormi depressa demais, tantas vezes penso em não me levantar ignorar aquele som como se fosse engano e continuar a dormir…mas não sou vagabunda solitária e tenho de ir… outras pessoas me esperam.
Sinto falta do silêncio da noite interrompido pelo carro do lixo , ou por um carro espaçado que se esqueceu de ir para casa e que anda provavelmente a vaguear pelas ruas desertas para não encontrar as luzes apagadas e a noite passar mais rápida..
Quero ser vagabunda solitária viajar pela noite dentro, olhar pela janela e procurar no silêncio da minha alma a minha existência e levar a minha vida na palma da minha mão e entregá-la ao vento.
Queria desatar de mim todas as amarras e na noite encontrar o caminho da solidão , mas uma solidão sem o ser, apenas uma forma de me encontrar , livre de tristezas e cansaços…
Que saudades eu tenho se ser vagabunda solitária e parar o tempo para não ter que me preocupar em cumprir as regras impostas pelo Tempo…

pensadora

publicado por pensadora2 às 19:53
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. na falta de inspiração...

. acordes da vida...

. adversidades da vida...

. neste momento só me resta...

. tentarei pensar...

. disfarce autorizado...

. um mimo do meu marinheiro...

. a ausência...

. o silêncio...

. resistir ao inverno...

.arquivos

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds